Sejam todos bem-vindos!

Qualquer Coisa é a Mesma Coisa é uma série de publicações próprias e algumas divulgações, quando não faço nada, ponho alguma coisa por aqui, que, talvez, ninguém ou poucos as leiam.

Recomendo o uso dos marcadores a direita de sua tela, ok?
Boa Leitura!! Se não quiser ler, apenas olhe... Comente...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Declaro à minha Loucura...


Ah, como amo você minha loucura!
É sempre você que me consola quando estou abatido, me encoraja se a preguiça bate em minha porta, incentiva-me em momentos que não mais acredito e me acolhe em qualquer circunstância... Estava com tanta saudade de você que conversas a longa distância não faziam mais efeito, e sim, aumentar o desejo de ver-te cara a cara, conversar olhando profundamente em teus olhos, tomar todas ao som de um Blues e Rock, lá pelas tantas assumir um ao outro esse amor tão visível donde não controlávamos mais e que era necessário, nossos desejos explodirem-se em um caloroso abraço seguido de um beijo temperado e sem medo de errar... Provando que valeram longas conversas a distância que nos tirava o sono e das raríssimas conversas ao vivo que completavam e aproximavam-nos mais e mais minha loucura...
Eu te escuto no barulho e no silêncio; vejo-te na escuridão e na luz, porque nossas infinitas semelhanças ideológicas, nossos gostos nossos gestos, sempre estão em sintonia, percebeu?
Até que não julgo mal a distância, os desencontros, pois tudo que escrevo agora para ti, minha loucura, é fruto da sua ausência que me fez perceber e descobrir que é você quem quero e pretendo vivenciar a cada momento, enquanto o nosso amor durar...
Amo-te minha Loucura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário