Sejam todos bem-vindos!

Qualquer Coisa é a Mesma Coisa é uma série de publicações próprias e algumas divulgações, quando não faço nada, ponho alguma coisa por aqui, que, talvez, ninguém ou poucos as leiam.

Recomendo o uso dos marcadores a direita de sua tela, ok?
Boa Leitura!! Se não quiser ler, apenas olhe... Comente...

terça-feira, 8 de março de 2011

O Rio Babilônico

Adaptação da música “Rivers Of Babylon – The Melodians,
inspirada no Salmo 137:1 da Bíblia Rasta
Versão: Ronerik Holanda

Pelos rios
Da Babilônia
Onde nos sentamos, lá choramos
Esperando melhoria pra essa insônia

E todos nós
Na situação
Sentimos uma força que consola
Quando nos lembramos de Sião

E pelos rios
Da Babilônia
Esperamos dias melhores
Evitando toda essa vida errônea

 E driblamos essa vida louca
Buscando a essência dentro de nós
Pois aquilo que nós cremos
Supera o que sofremos
E nunca estaremos sós

-refrão-
Então
Deixe
Que as palavras de nossa boca
E a meditação de nosso coração
Seja aceitável em vossa visão (bis)

-parte solo instrumental 01-

Pelos rios
Da Babilônia
Onde nos sentamos, lá choramos
Esperando melhoria pra essa insônia

E todos nós
Na situação
Sentimos uma força que consola
Quando nos lembramos de Sião

E pelos rios
Da Babilônia
Esperamos dias melhores
Evitando toda essa vida errônea

 E driblamos essa vida louca
Buscando a essência dentro de nós
Pois aquilo que nós cremos
Supera o que sofremos
E nunca estaremos sós

-parte de solo instrumental 02-

(Parte recitada)
Ô, o poderoso
Nos levou aprisionados
Transformando os nossos em escravos
Empurraram nossa gente rumo ao profundo poço

Usaram e usaram e depois jogaram fora
E só nos restou agora
Cantar, desenhar pra ver se ganha
Nessa terra estranha

Então
Deixe
Que as palavras de nossa boca
E a meditação de nosso coração
Seja aceitável em vossa visão (bis)

Ô, Meu Deus!!!!!!!
Ronerik Holanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário